Índice de Sustentabilidade Empresarial tem novidades

A  BM&FBovespa realizou esta semana  um workshop com empresas para apresentar as novidades para este ano do ISE – Índice de Sustentabilidade Empresarial, um índice de ações para investimentos socialmente responsáveis, bem como o cronograma de atividades sobre a carteira para este ano. “Tivemos duas novidades que vale destacar entre as mudanças feitas pelo conselho do ISE”, conta Sônia Bruck, gerente de Sustentabilidade da BM&FBovespa.

Uma delas é que a dimensão de Mudanças Climáticas do questionário respondido pelas empresas, criada no ano passado, passou a pontuar. “No ano passado as empresas eram obrigadas a responder a essa dimensão, mas ela ainda não pontuava”, explica Sonia. “Ela estava atrelada à dimensão Ambiental, mas agora é considerada à parte”.

Outra novidade importante, de acordo com Sônia Bruck, é que o questionário respondido pelas empresas incluirá uma pergunta sobre se a organização aceita tornar públicas as suas respostas. Em caso positivo, ele estará disponível no site da BM&FBovespa. “Este é um processo de aumento da transparência, porque até hoje essas respostas não são públicas”, diz Sônia.

A gerente de Sustentabilidade da bolsa explica que as mudanças tomadas pelo Conselho são resultado de diálogos realizados no ano passado e de análise da Fundação Getúlio Vargas, que por meio do GVCes – Centro de Estudos em Sustentabilidade desenvolve o questionário que examina o desempenho das empresas.

O modelo de negócio do ISE também foi modificado. A partir deste ano, as empresas que compõe a carteira não precisarão pagar para utilizar o logo do Índice durante o ano. No entanto, o valor para participar do processo será maior. As empresas também ganham benefícios, como:

– uma reunião presencial com a equipe do GVCes;
– oficina para orientação para a documentação comprobatória que deve ser apresentada no processo de verificação e
– acesso, restrito, a dados como histórico e desempenho na carteira no site do ISE.

Participaram do evento a diretora de Desenvolvimento de Empresas da BM&FBovespa, Cristiana Pereira, o coordenador do GVces, Mario Monzoni, a coordenadora do Programa de Sustentabilidade Empresarial e Finanças Sustentáveis do GVces, Roberta Simonetti, e o pesquisador do GVces, Luiz Pires. Katsuo Homma e José Paulo Soares Martins, representantes, respectivamente, de Vale e Gerdau, que participam da carteira, falaram sobre como a sustentabilidade é tratada na gestão de suas empresas.

No final de abril será realizado outro workshop, dessa vez aberto ao público, para discutir o questionário do Índice. No começo de maio sai a lista oficial das empresas elegíveis, que será composta pelas empresas detentoras das 200 ações mais líquidas com base em 30 de abril.

Fonte: Planeta Sustentável

Sobre globalforumal

Global Forum América Latina é um movimento de inovação criativa para a cooperação entre universidades, empresas, poder público e sociedade com foco na sustentabilidade.
Esse post foi publicado em BAWB Global Forum AL e marcado , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s